Seja bem-vindo
Rio Grande,03/03/2024

  • A +
  • A -
Publicidade

Lucro da APS tem crescimento de 18,8% no acumulado dos 9 meses de 2023

Foram R$ 3,2 mi em investimentos, com destaque para obras na perimetral da margem direita


Lucro da APS tem crescimento de 18,8% no acumulado dos 9 meses de 2023 Foto: Divulgação

A Autoridade Portuária de Santos (APS), responsável pela infraestrutura pública do Porto de Santos, terminou os 9 meses de 2023 com lucro líquido acumulado de R$ 494 milhões, alta de 18,8% sobre o mesmo período de 2022. A receita líquida da Companhia registrou R$ 1,2 bilhão no período, crescendo 12,1% em relação ao ano anterior.

Considerando apenas o 3º trimestre, a APS registrou um lucro de R$ 100,6 milhões. O resultado financeiro apresentou um ganho de R$ 56,7 milhões. As receitas líquidas alcançaram a marca de R$ 396,6 milhões, registrando aumento de 2,7% em comparação com o 3º trimestre de 2022.

O resultado financeiro demonstrou expressivo ganho, passando de uma receita financeira líquida de R$ 40,5 milhões no 3º trimestre de 2022 para R$ 56,7 milhões em 2023. A evolução é resultado principalmente de maiores rendimentos de aplicações financeiras, tendo sido favorecida pela maior posição de caixa ao longo do ano e também pelo aumento das taxas de juros, que se refletiram em expressivo crescimento no rendimento das aplicações financeiras.

As Despesas Administrativas recorrentes representaram 7,6% da receita líquida, redução de 0,4 p.p. em relação ao mesmo período do ano anterior. As receitas patrimoniais totais apresentaram crescimento de 18,4% no 3º trimestre de 2023, com destaque para o incremento de 42,5% na receita referente a movimentação mínima contratual (MMC). A receita de arrendamentos registrou aumento de 4,1%, refletindo os reajustes contratuais e a busca constante por eficiência na alocação otimizada das áreas portuárias para contratos de transição e novos arrendamentos.

A posição final de caixa da Autoridade Portuária era de R$ 2,3 bilhões no encerramento do trimestre, indicando expressivo crescimento de 38,0% em relação à posição verificada no 3º trimestre de 2022.

O Ebitda ajustado alcançou o valor de R$ 149,1 milhões (37,6% de margem), apresentando uma queda de 3,5% em relação ao resultado do 3T22 (43,5% de margem), em decorrência, principalmente, do reconhecimento de complemento de provisões do TAC Valongo e atualizações de provisões cíveis.

Orçamento de investimentos (Dispêndios de capital): Ao longo do 3º trimestre foram realizados R$ 3,2 milhões de investimentos, com destaque para R$ 1,8 milhão referente obras na perimetral da margem direita.

Publicidade



COMENTÁRIOS

Buscar

Alterar Local

Anuncie Aqui

Escolha abaixo onde deseja anunciar.

Efetue o Login

Recuperar Senha

Baixe o Nosso Aplicativo!

Tenha todas as novidades na palma da sua mão.