Seja bem-vindo
Rio Grande,21/05/2024

  • A +
  • A -
Publicidade

Marisa Martins

Sonho de muitos - HARVARD

“Em Harvard o foco está no pensar. Você passa mais tempo na biblioteca do que em sala de aula”. – Tábata Amaral Pontes.


Sonho de muitos - HARVARD

Sonho de muitos - HARVARD 

Marisa Martins

aloha.marisah@gmail.com


“Em Harvard o foco está no pensar. Você passa mais tempo na biblioteca do que em sala de aula”. – Tábata Amaral Pontes. 


Disputa judicial entre os então alunos da Universidade de Harvard, Estados Unidos, brasileiro Eduardo Saverin, e Mark Zuckerberg, cofundadores do Facebook, é tema do filme A Rede Social. Surgiu ideia de conhecer cenário da trama.

Trem para em Boston. Na própria estação, metrô leva a Cambridge, região metropolitana. Na parada Harvard, já se está frente aos portões da universidade.

Surpresa. Entra-se sem burocracia para o que parece parque com edificações. Visitas misturam-se a alunos e professores. Até igrejinha de campanário branco é acolhedora. Mais de 21 mil alunos, de 200 diferentes países frequentam graduação e pós.

Extensa fila forma-se diante de grande prédio, com imponente monumento à frente.

Passam a mão no pé esquerdo de cidadão sentado com livro aberto no colo. Pedestal traz inscrição: John Harvard – fundador – 1638.

Descubro que é estátua das três mentiras. 1 – Escultor Daniel Frend desconhecia aspecto físico de Harvard. Ex-aluno serviu de modelo. 2 – John não fundou universidade. Foi primeiro doador. 3 – Data da fundação: 1636.

Dizem que dá sorte pôr a mão no pé esquerdo do benfeitor. Contudo, passem álcool gel após. Alunos fazem xixi nele, conforme tradição, para ir bem nos estudos. Na calada da noite. 

Primeira universidade privada dos Estados Unidos, fundada por religiosos puritanos, trabalha com maior orçamento do mundo, dentre instituições de ensino. Grande parte, de doações de benfeitores.

Brasileira Tábata Amaral Pontes recebeu bolsa integral. Cursou Ciências Políticas e Astrofísica. Agora, é deputada federal.

Para ingressar, importam, em especial, redação de apresentação, currículo regular, e atividades extracurriculares, como participação da brasileira em Olimpíadas de Matemática. Mais do que testes. 

 Ir a Harvard é sentir seu espírito. Sonhos, como os de Tábata, Eduardo, Mark, são, sim, realizáveis.

Indispensável acreditar neles, e não desistir...


P.S.: Harvard, 388 anos. FURG, Rio Grande e UNIVATES, Lajeado, 55 anos. Nesta, sábado, 9/3, abraçarei meu neto Lucas. Gradua-se em Direito. Qualidade em difundir saber independe de tempo e   território.

Foto: arquivo pessoal




COMENTÁRIOS

LEIA TAMBÉM

Buscar

Alterar Local

Anuncie Aqui

Escolha abaixo onde deseja anunciar.

Efetue o Login

Recuperar Senha

Baixe o Nosso Aplicativo!

Tenha todas as novidades na palma da sua mão.