Seja bem vindo
Rio Grande,17/08/2022

  • A +
  • A -
Publicidade

No meio do furacão da economia mundial

Na América Latina e no Caribe, o Brasil tem a melhor avaliação.

No meio do furacão da economia mundial

O LITORÂNEO

NO MEIO DO FURACÃO DA ECONOMIA MUNDIAL...

Nerino Dionello Piotto*


NA AMÉRICA LATINA E CARIBE O BRASIL TEM A MELHOR AVALIAÇÃO...

Gente, os traumas nas economias mundo afora provocam medo de um futuro ainda pior.

A Europa, por exemplo, acostumada a ter uma boa qualidade de vida, pode ter que racionar energia. Nós sabemos o que isto significa! Os europeus e americanos do norte, não acostumados com inflação, sobem os juros. O BC europeu, pela primeira vez em 11 anos, subiu a taxa de juros além do que imaginava o mercado. Freia-se a roda da economia e... isto  resulta, e é provável que ocorra, em recessão. E as consequências não são boas.

Vou fazer uma analogia: nos atestados de óbitos das pessoas usualmente consta: acidente de automóvel, ataque cardíaco, acidente vascular cerebral....mas a causa real...o que causou a morte foi certamente algum trauma anterior, crise de raiva, alcoolismo...

Então...na economia os traumas se materializam em inflação, recessão...

É usual, não só aqui, culpar os governos de plantão pela inflação e recessão  sem analisar com  profundidade as causas, ou seja,  os traumas...

Mas, no nosso caso, fora a gigantesca inabilidade pessoal  de nosso presidente, minha opinião, estamos muito bem na foto no cenário internacional em muitas áreas. 

Gosto de estudos que resultam em números comparativos. O Banco Interamericano ( BID )  avaliou a qualidade da regulação e das instituições em países  da América Latina e Caribe e o Brasil, dentre os cerca de 30 países no ranking que avalia o ambiente para parcerias público privadas  está em primeiro lugar, com média 76,3, seguido pelo Chile e Uruguai, classificados ( só sete o foram )  como “desenvolvidos”. Para se ter ideia, o México, a Argentina, o Paraguai, estão com média em torno 5,0 e classificados como “emergentes”.

Parcerias Público Privadas ( PPP ) dão ótimos frutos e  é o que tem sido  feito em Rio Grande, pelo governo Fábio, ex: parcerias com o grupo do super Guanabara, dentre outros.

Gente,  cuidado com o canto das sereias de retóricas populistas. 

Velhas e válidas lições de economia: não há lanche grátis...o que está ruim, pode piorar.

Pensem nisso! nerinopiotto@lwmail.com.br








 



 

 




 



COMENTÁRIOS

LEIA TAMBÉM

Buscar

Alterar Local

Anuncie Aqui

Escolha abaixo onde deseja anunciar.

Efetue o Login