Seja bem-vindo
Rio Grande,23/04/2024

  • A +
  • A -
Publicidade

Marisa Martins

Simbologia Pascal

Páscoa resgata múltiplos simbolismos, no contexto maior de reflexão sobre paixão, morte e ressurreição de Cristo.


Simbologia Pascal

SIMBOLOGIA PASCAL

Marisa Martins

aloha.marisah@gmail.com


“Filhos, tendes alguma coisa para comer? Responderam-lhe: Não! Ele lhes disse: lançai a rede e achareis. Lançaram e já não podiam tirá-la, pela multidão de peixes”. João: 5,6


Páscoa resgata múltiplos simbolismos, no contexto maior de reflexão sobre paixão, morte e ressurreição de Cristo.

Natal traz recortes simbólicos no pinheiro, no Papai Noel. Assim ocorre também na Páscoa. Por que ovos, coelhos, colombas? Por que comer pescados na Sexta-feira Santa?

Costumes da quaresma remontam a tradições seculares, passando de geração em geração. Ovos significam renascimento, ressurreição; chocolate, alimento divino, completo; colombas, a pomba da paz, o Espírito Santo. A tradição de presentear com ovos nasceu na França e com coelhos, na Alemanha.  

Não ingerir carne vermelha remete à Idade Média, quando se iniciaram as liturgias da quaresma. A abstinência dela era bem mais rigorosa e abrangia desde a Quarta-feira de Cinzas, todas as sextas-feiras, até a Páscoa. É união ao sacrifício de Cristo. Carne vermelha relembra o sangue derramado por Ele. O jejum, caído em desuso, diria de nosso sacrifício por Jesus.

Alimentar-se de pescados homenageia os primeiros cristãos que, perseguidos, adotaram o símbolo de um peixe para se comunicar. Em grego, as letras da palavra peixe –IXTIS – significam Jesus Cristo Filho de Deus Salvador. 

Peixe nobre, de carne tenra, sabor suave – Gadus Morhua – salgado, transforma-se no melhor bacalhau do mundo. Este é peixe-símbolo da Sexta-feira Santa. 

Alguns colocam que só ele é o verdadeiro.  Mas, mais quatro espécies podem levar a denominação de bacalhau, depois de passar pelo processo de salgamento: Gadus Macrocephalus, Saithe, Ling e Zarbo.

No Brasil, o mais procurado, é o bacalhau do Porto,  o Gadus Morhua norueguês, salgado segundo técnica portuguesa.

Ovos, coelhos, chocolate, colombas, pescados, com suas interpretações históricas e religiosas, permeiam a Páscoa cristã. Homenagem ao simbolismo maior: Cristo morto e ressuscitado. Homenagem à vida!

Celebremos, nesta Páscoa, o legado da esperança na ressurreição, deixado por Jesus Salvador...


E que esta esperança seja momento de pedir um mundo com PAZ! 


 Foto: arquivo pessoal















COMENTÁRIOS

LEIA TAMBÉM

Buscar

Alterar Local

Anuncie Aqui

Escolha abaixo onde deseja anunciar.

Efetue o Login

Recuperar Senha

Baixe o Nosso Aplicativo!

Tenha todas as novidades na palma da sua mão.