Seja bem-vindo
Rio Grande,20/05/2024

  • A +
  • A -
Publicidade

PF desarticula organização criminosa e cumpre 20 mandados de busca e apreensão em Rio Grande

Durante a manhã desta terça-feira, 16, quatro pessoas foram presas e um laboratório de drogas foi desarticulado no município do Rio Grande


PF desarticula organização criminosa e cumpre 20 mandados de busca e apreensão em Rio Grande



Na manhã desta terça-feira, 16, a Polícia Federal deflagrou a Operação Escafandria, com o objetivo de desarticular organização criminosa especializada no tráfico internacional de drogas pela via marítima, por meio do Porto do Rio Grande e do Porto de Paranaguá. 

Em Rio Grande, vinte mandados de busca e apreensão e quatro mandados de prisão preventiva foram cumpridos. Além disso,  um laboratório utilizado para aumentar o volume das drogas que seriam transportadas pelos navios também foi identificado e desarticulado.  Segundo a Polícia Federal, quatro pessoas também foram presas em Santa Catarina. O líder da organização criminosa foi preso na Alemanha, com o apoio da Interpol.  

Em coletiva de imprensa, o delegado da Polícia Federal, Matheus Vivacqua Cechet, apresentou os dados preliminares da Operação, que foi desencadeada em Rio Grande, em Santa Catarina e no Paraná.  

"A operação começou com o recebimento de algumas informações de que justamente um grupo daqui da região e também do estado do Paraná estaria enviando drogas na área do exterior. Então, com isso foram realizadas diversas diligências.  Inclusive, no final do ano passado, nós conseguimos identificar que um grupo chegou a contaminar um navio aqui na cidade do Rio Grande. Esse navio tinha um destino na Espanha, então nós conseguimos contato com as autoridades de lá e  lá, eles, verificando os cascos do navio, identificaram 198 kg de cocaína que havia partido daqui da cidade. Nós identificamos que os integrantes dessa organização criminosa, tanto aqui do Rio Grande, como no Paraná, eles utilizavam do modus operandi de mergulhadores para contaminação e inserção de drogas nos cascos de navios que atracavam em Rio Grande. Foram cerca de dois anos de investigação que conseguimos identificar os integrantes", comenta o delegado Cechet.


Durante a operação, foram cumpridos doze mandados de prisão preventiva e 26 mandados de busca e apreensão nos três estados. Além disso, foram apreendidos aparelhos celulares, 
Ainda segundo o delegado, duas pessoas seguem foragidas. O nome da operação “Escafandria” está relacionado ao método utilizado pelo grupo para colocação da droga nos navios.




COMENTÁRIOS

Buscar

Alterar Local

Anuncie Aqui

Escolha abaixo onde deseja anunciar.

Efetue o Login

Recuperar Senha

Baixe o Nosso Aplicativo!

Tenha todas as novidades na palma da sua mão.