Seja bem-vindo
Rio Grande,23/04/2024

  • A +
  • A -
Publicidade

Boletim da Dengue mantém Rio Grande em nível dois de risco

Número casos de pessoas contaminadas pelo vírus da doença permaneceu em 28, sendo 15 importados e 13 autóctones.


Boletim da Dengue mantém Rio Grande em nível dois de risco Foto: Divulgação

O painel de monitoramento da Dengue do governo do Rio Grande do Sul aponta que o município do Rio Grande se manteve, pela segunda semana consecutiva, no nível de risco dois. Conforme a Vigilância Ambiental rio-grandina, ainda existem muitos casos notificados aguardando resultados de exames laboratoriais. “Quando esses resultados forem informados, pode haver alteração no nível de risco”, explica a coordenadora da Vigilância, Márcia Pons.

Nesta segunda-feira, 1º, houve a divulgação do novo boletim semanal da Dengue no município. Assim como na semana passada, o número de casos de pessoas contaminadas pelo vírus da doença permaneceu em 28, sendo 15 importados e 13 autóctones (origem no próprio município). Já o número de casos notificados está próximo de 300, ou seja, são 290 notificações – 133 descartadas e 129 aguardando resultados de exames de laboratório. 

O boletim traz, ainda, o número de notificações sobre a Chikungunya: são 57 no total, sendo um caso confirmado como autóctone e 41 a espera de resultados de exames. 

Nesta segunda-feira, a Vigilância Ambiental fez um balanço dos casos de focos e notificações de Dengue e Chikungunya, até 31 de março (domingo). Os dados identificam uma elevação nos números mês a mês. Foram quatro focos de Dengue registrados em janeiro, 16 em fevereiro e 21 em março. Em relação ao total de notificações, foram 12 em janeiro, 116 em fevereiro e 162 em março. No caso da Febre Chikungunya, não houve notificações em janeiro, mas em fevereiro foram 11 e em março mais 46. 

AGENTES NO FERIADO

No feriado da Sexta-feira Santa, agentes de combate às endemias (ACE) realizaram atividades de Pesquisa Vetorial Especial sobre a Dengue, nas áreas da Junção e do Buchoolz. Foram visitados 897 imóveis. 

Para essa semana, a previsão é realizar dois mutirões de limpeza de materiais inservíveis e repassar orientações aos moradores sobre como se prevenir e combater a proliferação do mosquito Aedes Aegypti. O primeiro mutirão será quarta-feira (3), no bairro Nossa Senhora de Fátima. O segundo está marcado para sexta-feira (5) no bairro São Miguel.
Em todos os mutirões, há o apoio da Marinha do Brasil, Secretaria de Zeladoria da Cidade, Defesa Civil e Fiscalização de Posturas. Para as atividades diárias de Pesquisa Vetorial Especial e Delimitação de Foco, o apoio é do Exército, durante a visitação com os ACEs.

Publicidade



COMENTÁRIOS

Buscar

Alterar Local

Anuncie Aqui

Escolha abaixo onde deseja anunciar.

Efetue o Login

Recuperar Senha

Baixe o Nosso Aplicativo!

Tenha todas as novidades na palma da sua mão.