Seja bem-vindo
Rio Grande,02/03/2024

  • A +
  • A -
Publicidade

Ministério dos Transportes assume duplicação na BR-381/MG e quer parceiro privado para investir em ‘Rodovia da Vida’

Medida foi anunciada nesta quinta-feira, 8


Ministério dos Transportes assume duplicação na BR-381/MG e quer parceiro privado para investir em ‘Rodovia da Vida’ Foto: Divulgação DNIT

Para fortalecer a infraestrutura logística e melhorar as condições de vida do povo mineiro, o Governo Federal anunciou, nesta quinta-feira (8), em Belo Horizonte/MG, investimentos em rodovias estratégicas para a economia do estado e a população. Atendendo a uma demanda histórica, o Ministério dos Transportes assumirá as obras de duplicação de 31,4 quilômetros da BR-381/MG, no trecho que vai da capital Belo Horizonte a Caeté, na região metropolitana. Ao lado do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o ministro Renan Filho, destacou a importância da decisão. “Essa iniciativa somada às melhorias previstas no projeto de concessão farão com que a BR-381 deixe de ser ‘Rodovia da Morte’ e passe a ser a ‘Rodovia da Vida’, com segurança para as pessoas e progresso para o estado”, afirmou.

A expectativa é que o edital de licitação para o projeto e o início das obras seja publicado pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) em abril. O investimento público trará uma solução mais rápida para os problemas da rodovia, além de aumentar a atratividade do ativo federal, que deve ir a leilão neste ano, podendo injetar R$ 10 bilhões em obras e serviços operacionais ao longo da BR. “Entendemos que o recurso privado tem que ter uma lógica de retorno, senão ninguém investe. Por isso, estamos melhorando o projeto e dividiremos os riscos, duplicando os lotes 8A e 8B, um dos trechos mais complexos da rodovia”, afirmou o ministro dos Transportes, Renan Filho, durante solenidade.

BR-040/MG
Outra novidade anunciada foi a inclusão das obras de construção de dois viadutos do Anel Viário de Belo Horizonte, na BR-040/MG. “Isso vai reduzir o estreitamento que a cidade sofre na saída da capital, melhorando a fluidez no trânsito e, consequentemente, a vida da população”, disse Renan Filho. Para viabilizar as obras, foi assinado um protocolo de intenções entre o Ministério dos Transportes e a Prefeitura de Belo Horizonte, que destinará R$ 65,7 milhões em recursos federais para que o Executivo municipal execute os trabalhos.

Publicidade



COMENTÁRIOS

Buscar

Alterar Local

Anuncie Aqui

Escolha abaixo onde deseja anunciar.

Efetue o Login

Recuperar Senha

Baixe o Nosso Aplicativo!

Tenha todas as novidades na palma da sua mão.