Seja bem vindo
Rio Grande,03/07/2022

  • A +
  • A -
Publicidade

Curta sobre a História de Pelotas pelo olhar de personagens negras estreia no Cine UFPel

Filme dirigido por Maria Falkembach e protagonizado por Gessi Könzgen e Jão Cruz estreia no dia 24 de junho


Curta sobre a História de Pelotas pelo olhar de personagens negras estreia no Cine UFPel


Um obra que trata da força, da fé, da dor e da superação do preconceito racial no cotidiano de Pelotas. Axêro revê a história da cidade e dá lugar às personagens negras e à cultura milenar africana atualizada por seus corpos, trabalho e rituais. O filme dirigido por Maria Falkembach e protagonizado por Gessi Könzgen e Jão Cruz estreia no dia 24 de junho, próxima sexta-feira, às 18h, no Cine UFPel, com entrada franca. A realização é do grupo Tatá e do coletivo Fio da Navalha e conta com financiamento do Programa Municipal de Incentivo à Cultura (Procultura) de Pelotas.

Axêro nasceu de sonhos-utopia, da necessidade de comunicar com imagens o que guardamos uma vida inteira: a dor física e psíquica produzida pelo racismo cotidiano”, declara Maria Falkembach. “Colocar uma mulher negra e um homem negro como protagonistas da história de Pelotas foi a ação que orientou o trabalho desde o princípio”, complementa. Axêro busca expor o racismo estrutural encravado na história da cidade, para contribuir com transformações e o empoderamento da juventude negra pelotense.

Axêro – o filme é fruto de uma caminhada de séculos, sob a ótica e com o protagonismo de dois corpos negros em movimento. Gessi Könzgen e Jão Cruz performam a si mesmos e também se transmutam, e, assim, louvam antepassados, habitam e reescrevem os espaços de Pelotas, no sul do sul do Brasil. Denunciam a história glamourosa e o cotidiano dessa cidade, forjada pelo racismo e pelo trabalho escravo. O filme é uma adaptação da obra de dança-teatro, homônima. Axêro – o filme tem textos de Gessi Könzgen, direção de Maria Falkembach, direção de fotografia de Luis Fabiano Gonçalves e trilha sonora de Álvaro Rosacosta e grupo Tatá. No elenco, estão Antônia Morales, Judith Dias de Almeida e Nattih Meirelles.

Axêro também tem como objetivo dar vez e voz às mulheres. A direção é de uma mulher e o texto, de uma mulher negra, que escreve a partir das próprias vivências e forja seu protagonismo ao longo do processo. O filme ficará disponível do dia 24/06 ao 01/07 no canal do grupo Tatá: https://www.youtube.com/user/grupotata.

Ao longo da semana após o lançamento, haverá circulação nas escolas de Pelotas. Além da exibição do filme, haverá exibição do documentário sobre o processo de criação de Axêro. Para agendar exibição em escolas, enviar e-mail para: g_konzgen@hotmail.com



COMENTÁRIOS

Buscar

Alterar Local

Anuncie Aqui

Escolha abaixo onde deseja anunciar.

Efetue o Login