Seja bem-vindo
Rio Grande,19/06/2024

  • A +
  • A -
Publicidade

Marisa Martins

ASPARGOS COM MANTEIGA (no rio Mosela)

Aspargos foram carregados, como joias, costeando o Rio Mosela...

Arquivo Pessoal
ASPARGOS COM MANTEIGA (no rio Mosela)

Dizem que vida feliz não existe. Existem momentos felizes. E estes serão mais ou menos intensos, pela forma como os delineamos e os usufruímos.

Rodando com pequeno motorhome em torno do lago Constança, Suíça, Alemanha e Luxemburgo, foram delineados e usufruídos intensos momentos felizes. Todos eles simples, portanto, encantadores.

Almocinho, estacionados quase no centro da ecológica Fraiburgo. Café da tarde, com torta de morangos, no interior da Floresta Negra. Dormir junto a estádio, em pequena cidade bávara e ouvir, noite alta, ao longe, a brasileira A Banda, cantada em mistura de alemão com espanhol.

Rodar, lentamente, por vilarejos, no abril europeu, em sábado primaveril. Sentar à beira d’água contemplando bailados de cisnes. Passar horas, simplesmente caminhando por cidadelas medievais, ruas-jardins coloridas de tulipas e amores-perfeitos. Deitar em bancos de praças e gramados em frente a lagos, olhando o céu, em silêncio.

Dentre tantos momentos felizes ficou um, de marca indelével. À beira do rio Mosela.

Desde início de giro por Alemanha e Suíça, aspargos frescos, enormes, eram oferecidos em restaurantes. Atiçavam papilas gustativas, mas faziam sofrer ao olfato financeiro.

Caminhando por Luxemburgo, surgem em quitanda, belos aspargos por preço irrisório. Carregados com cuidado, como joias, partiram com viajantes, costeando o rio Mosela.

Já margeando-o, na Alemanha, à procura de pouso, só ali, é feita pergunta a espantado companheiro de viagem. Como se descascam aspargos frescos? Encantada proprietária das joias vegetais conhecia apenas raquíticos asparguinhos industrializados.

Para alívio da questionadora, o desbravador de estradas sabia, também, descascar aspargos. Afinal, o bisavô, imigrante alemão, foi um dos pioneiros na plantação da hortaliça no Brasil, às margens do

Rio Taquari, na gaúcha Encantado, agora terra do grandioso Cristo Protetor.

Assim, em verde gramado, ao pé de montes cobertos por parreirais, trivial, porém, feliz, muito feliz e intenso momento foi usufruído: aspargos, escorrendo manteiga, à margem do Rio Mosela...


P.S.: Com dourado vinho alemão. Prost!



COMENTÁRIOS

LEIA TAMBÉM

Buscar

Alterar Local

Anuncie Aqui

Escolha abaixo onde deseja anunciar.

Efetue o Login

Recuperar Senha

Baixe o Nosso Aplicativo!

Tenha todas as novidades na palma da sua mão.