Seja bem-vindo
Rio Grande,20/05/2024

  • A +
  • A -
Publicidade

Nerino Dionello Piotto

Rio Grande, desenvolvimento e suas travas

Não é admissível o vandalismo e a impunidade reinante, onde até os cadeados da ponte do amor na Praça Tamandaré foram furtados.


Rio Grande, desenvolvimento e suas travas

Nerino Dionello Piotto


RIO GRANDE,  DESENVOLVIMENTO E SUAS TRAVAS


Há lacunas que precisam de correção


Tenho  aqui abordado temas que julgo preponderantes para que tenhamos um melhor caminho rumo ao almejado desenvolvimento.


A nível municipal as  travas ao desenvolvimento são evidentes. 


Eu sinto que não há boa sintonia  entre o setores  privado e público e a sociedade no geral. E isto deveria ser a base!


Não é compreensível que os proprietários não mantenham  suas calçadas, o que além de enfeiar pode ocasionar  acidentes notadamente com idosos. 


E incompreensível que  comerciantes do Barracão, no Cassino,  e  em outros locais de Rio Grande não mantenham contêineres para o descarte de lixo. As ruas do entorno ficam imundas, atração certa para ratos e baratas, situação que vira problema de saúde pública. Como também, e de segurança, os cães soltos pelas ruas. Na  na Praça Tamandaré, um  passeio pode representar riscos de ataques. 


Não é compreensível que, há anos, a única placa indicativa da Rodoviária ainda está na 24 de maio.  E a placa indicando a saída para pelotas para quem sai do Cassino?   Já escrevi mil vezes,  um vereador me noticiou que enviou a demanda ao DAER,,,,e....nada!


Não é admissível o vandalismo e a impunidade reinante, onde até os cadeados da ponte do amor na Praça Tamandaré foram furtados. 


São situações que,  embora nada fáceis,  precisam ser enfrentadas!


E a Prefeitura, sozinha, não consegue. A responsabilidade é de todos nós!


Como está,  convenhamos, fica muito difícil desenvolver, atrair bons  turistas, melhorar a renda e a qualidade de vida em nosso município. 


E... como desgraça pouca é bobagem...poderão surgir  mais travas ao desenvolvimento, pois deverá vir aumento dos  impostos  sobre o consumo de água/esgoto, inibindo investimentos nessa carente área, em razão da reforma tributária federal. Mas disso trataremos no próximo artigo. 


Um ótimo FDS a todos!









 










COMENTÁRIOS

LEIA TAMBÉM

Buscar

Alterar Local

Anuncie Aqui

Escolha abaixo onde deseja anunciar.

Efetue o Login

Recuperar Senha

Baixe o Nosso Aplicativo!

Tenha todas as novidades na palma da sua mão.