Seja bem-vindo
Rio Grande,20/05/2024

  • A +
  • A -
Publicidade

Samuel Ferreira

Carta (atrasada) para o Papai Noel

Quando falamos dos contextos sociais e políticos tanto no Brasil quanto no mundo, podemos dizer que estamos "respirando por aparelhos" enquanto sociedade.


Carta (atrasada) para o Papai Noel

Carta (atrasada) para o Papai Noel

Querido Papai Noel,


O ano de 2023 passou e com certeza não irá deixar saudades. Quando falamos dos contextos sociais e políticos tanto no Brasil quanto no mundo, podemos dizer que estamos "respirando por aparelhos" enquanto sociedade.

Nessa cartinha Papai Noel, usei um resto de ingenuidade e otimismo que ainda possuo e gostaria de pedir que a Guerra da Rússia contra a Ucrânia terminasse, mesmo sabendo que a OTAN tem muito a ganhar com todo esse massacre.

Querido velhinho, em 2024 ainda não desisti de emagrecer e melhorar a minha saúde, mas gostaria muito de ver noticiado que Israel parou de massacrar a Palestina, e que os EUA e outras potências, pararam de financiar esse conflito que não começou ano passado, mas há quase 100 anos. 

Da mesma forma, aqui na América do Sul, na Argentina, para ser mais direto, um governo de extrema-direita está em ascensão e promete caminhar em direção da austeridade e do retrocesso. Gostaria que você desse uma atenção para isso também.

De igual modo, a questão climática no mundo é urgente. Não temos um "Planeta B" e já estamos sentindo na pele hoje aquilo deveríamos sentir em 2050. Ou seja, estamos vivemos o colapso socioambiental. 

Sei que as listas de desejos e de presentes são grandes nesse período e existem muitas prioridades por aí.

Sei também que não deve ser fácil tentar atender todo mundo, porém, gostaria que o senhor desse uma atenção para a minha carta.

Compreendo que muitas das coisas que te pedi não são responsabilidades sua, mas dos governantes e de todos aqueles que possuem algum poder político ou econômico  (ou para mudar ou para conservar as coisas como estão ) .

Mesmo assim, resolvi aproveitar a "onda" de otimismos, de desejos e de pedidos de presentes e escrever esta carta para ti. 


Desde já te agradeço. 


As vezes com muitas esperança,


As vezes com nenhuma, 


Samuel Ferreira.



COMENTÁRIOS

LEIA TAMBÉM

Buscar

Alterar Local

Anuncie Aqui

Escolha abaixo onde deseja anunciar.

Efetue o Login

Recuperar Senha

Baixe o Nosso Aplicativo!

Tenha todas as novidades na palma da sua mão.