Pé de Araçá

Pé de Araçá

Por Sergio Luis Avilla Puccinelli 21/09/2021 - 20:04 hs

Pé de araçá

No quintal de minha infância

Erguia-se um pé de araçá

Que era meu e tão meu

Que verdejante inda hoje está

Eu subia nos seus galhos

Cavalgava, comia fruta no pé

Também era meu castelo, minha torre

Como hoje nada mais é...

Lá de cima eu via o mundo

Sonhava as mais belas histórias

O mundo que lá de cima eu via

Trago estampado na memória

O pé de araçá não mais existe

Assim como os tempos de criança

Mas o menino que há em mim persiste

E por vezes brinca e sonha no quintal da minha infância




O Litorâneo não se responsabiliza pelos conteúdos aqui divulgados, sendo única responsabilidade de seus autores. Como espaço livre e democrático, as opiniões aqui expressas são unicamente de seus autores.