Todo o mal que nos cerca

Todo o mal que nos cerca

Por Giovana Scislewski Bertoldi 01/08/2021 - 08:00 hs


Estamos passeando numa cidade próxima . Ouço a notícia na televisão: mãe acaba com a vida do filho de apenas 7 anos, o coloca numa bolsa de viagem e o joga em um rio. O policial atônito alega que em toda a sua carreira nunca houvera encontrado uma pessoa tão fria, desprovida de sentimentos . A mãe já há muito maltratava e torturava o menino. Vivia com uma companheira. 

Por que ninguém ajudou esta criança? - foi minha pergunta imediata diante do choque da notícia. 

Vamos mais tarde a um restaurante onde mal conseguimos terminar os pratos tamanha a fartura. Alguma criança lá fora tem fome.

Estamos na rua eu e uma de minhas filhas próximas a uma catedral. Dois homens não tao jovens assim, bem arrumados e visivelmente alterados com a bebida param perto de nós , olham algo na rua que os chama a atenção e dizem palavrões rindo alto abraçados. Provavelmente são pais, tios , primos de alguma criança. 

Estamos agora esperando o carro nos pegar e um senhor trajado de palhaço vende suas bexigas na esquina. Um outro homem chega de repente , força tirar uma selfie , este se ofende e da uma volta em torno de nós para despistar o intruso. O palhaço reclama:

- Tua mãe não te deu educação?

Estou dentro de uma loja vendo roupas quando de repente entra uma criança completamente suja e me puxa pelas mangas deixando marcas na minha blusa. Ela pede ajuda. O pai espera lá fora, todo sujo também.

Depois vamos voltando, passamos por um campo escuro, tento proteger meus filhos, mas ao tentar olhar para o lado do campo esbarro em alguém que me cobre a cabeça e me vejo me vejo sem  saída. Sinto pavor.

Fora um sonho ruim. A criança me puxando pelos braços ... “me ajuda”... sem saída.... por que ninguém ajudou aquela criança?


7 anos de vida


1 Uma criança grita pela cidade

   Ninguém ouve

   Silencia

2 Uma criança pede afeto pela cidade

 Ninguém liga

  Não se cria

3 Uma criança implora ajuda 

  Ninguém vê

 Denuncia

4 Uma criança não vive 

   Não tem amor, nem cuidado ou alegria

  Carecia

5 Uma criança vaga pelas ruas 

   A mãe batia

   Doía 

6 Uma criança chora baixinho

    Sofre

    O mal rugia

7 Uma criança morre jogada num rio

 Calmaria...



O Litorâneo não se responsabiliza pelos conteúdos aqui divulgados, sendo única responsabilidade de seus autores. Como espaço livre e democrático, as opiniões aqui expressas são unicamente de seus autores.