Uma viagem no tempo: a origem da ansiedade!

Uma viagem no tempo: a origem da ansiedade!

Iniciando aqui em minha coluna uma série de textos sobre a ansiedade.

Por Eduardo Johnston 04/07/2021 - 15:08 hs

Caro leitor, recentemente me comprometi em realizar uma série de textos sobre a ansiedade no meu perfil. Para iniciarmos a jornada, quero lhe convidar para uma viagem ao passado para que possamos entender a origem da ansiedade. Então, aperte o cinto que lá vamos nós!


Bom, nossa viagem é para a pré-história. Paramos exatamente no meio de uma floresta, onde existem algumas cavernas e diversos predadores. Para a nossa segurança, estamos invisíveis e nada pode acontecer conosco. Portanto, vamos apenas analisar o que acontecerá em breve.

Para garantir a sobrevivência da espécie, os homens precisam sair das cavernas e caçar, mesmo que seja extremamente perigoso.

Em determinado momento, eles se deparam de forma emblemática com leões ferozes e famintos. E agora? Neste momento, o cérebro enviará um recado para o sistema nervoso daqueles homens alertando-os de que estão em perigo e precisam agir rápido. Chamamos essa reação de luta ou fuga.

Veja, os homens mais corajosos acabaram enfrentando aqueles leões, mas infelizmente acabaram perdendo a batalha. Um dia da caça, outro do caçador.

Por outro lado, alguns homens sentem um medo proporcional ao risco e acabam fugindo o mais rápido possível. Com isso, conseguem voltar vivos para suas cavernas. O que observamos ali? A ansiedade de antever a morte foi responsável pela sobrevivência. Portanto, ela não é vilã. Ela é útil, mesmo gerando taquicardia, respiração acelerada, etc.

Com o passar do tempo, os sobreviventes vão se reproduzir e os corajosos vão ficar cada vez mais escassos. Bora voltar para o presente? Ah, não esqueça do cinto novamente!

Ufa, chegamos com segurança! Atualmente, o Brasil é considerado o país mais ansioso do mundo, segundo a OMS. Ao seu redor, existem diversas pessoas com ansiedade. Ela acompanhou a evolução através da nossa genética. Infelizmente, os corajosos não conseguiram chegar aqui. Porém, atualmente a ansiedade não surge apenas quando estamos em um perigo real, mas sim, em um perigo imaginário também!

Portanto, pode-se dizer que a ansiedade é responsável pela sua existência. Hoje descobrimos a origem dela. Siga acompanhando os próximos capítulos da nossa série!



O Litorâneo não se responsabiliza pelos conteúdos aqui divulgados, sendo única responsabilidade de seus autores. Como espaço livre e democrático, as opiniões aqui expressas são unicamente de seus autores.